quarta-feira, 16 de março de 2016

Aino Tytti - gravação de campo como forma de resgatar sentimentos

Ainda que não muito explorada na cena de ruído ou em apresentações ao vivo, gravações de campo é um importante gênero que pode dar suporte às mais variadas formas de expressar num contexto de barulho e experimentação. Caso deseje exemplos práticos escute Arquipélago de Paulo Dantas e Breviário de J.P. Caron. 

Existem alguns nomes que devem estar em sua lista de escuta caso queira conhecer um pouco melhor. Chris Watson, Bernie Krause e Francisco Lópes são alguns nomes essenciais. 

Nesse ínterim, ano passado, saiu uma obra-prima criada por Aino Tytti no seu álbum Millenium Mills, gravações de campo realizada das mais diferentes maneiras nesta grande área industrial abandonada em Londres. 

Aino diz que seu objetivo era resgatar, por meio de peças sonoras, as emoções variadas produzidas pela decadência e regeneração da sociedade. Com uma ampla gama de microfones, dos tradicionais até geofones Aino constroí uma textura que mais parece uma lenta e longa sinfonia. 


2 comentários:

  1. Podia conversar com o Goethe, pra eles liberarem o Soundscape Brasilia na íntegra no YouTube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria massa isto. Este disco é bom demais.

      Excluir